22 de novembro de 2009

No país do pau brasil


A ambição da coroa portuguesa em estabelecer rotas de comércio com o Oriente e garantir o suprimento de especiarias à corte acabou por trazer, por simples obra do acaso, Cabral e sua desajeitada frota a terras tupiniquins. A saga dos aventureiros lusos todos conhecemos, exaltada em tonalidades heróicas nos livros de história ou nas imagens fantasiosas que se solidificaram em nosso subconsciente - quem é que não fica com aquele quadro da primeira missa rezada no Brasil na cabeça? Até índio devoto de Santo Antonio tinha!

A prática exploratória, traço característico da política colonialista, logo deu as caras em terras Brazilis com a extração do pau brasil e quase levou a espécie à extinção (ainda hoje o pb encontra-se na lista de espécies ameaçadas do Ibama. Interessante notar que não apenas a madeira em si era objeto de cobiça, mas a resina obtida no processo de extração caia com perfeição à indústria têxtil da época no tingimento de tecidos). E acho que foi a partir daí que se iniciou o jogo de interesses espúrios que se perpetua até os dias de hoje.
O pau brasil e a população indígena nativa, envolvida por 'livre e espontânea vontade' no processo extrativo (provavelmente em troca de que um super hiper mega ultra desejo de ser catequisada fosse atendido), foram substituídos pelo sistema monetário moderno e por nós, seres 'evoluídos e questionadores'. Piada. Na verdade, somos os mesmos otários que, se na época do descobrimento se satisfaziam com espelhos e miçangas, hoje conformam-se com a atuação vampiresca de uma minoria (tão nobre e altruísta quanto nossos antepassados navegadores) que não se cansa de inventar artifícios para fazer valer seus supostos privilégios. Pode o povo morrer de fome, mas foda-se, há outras prioridades para o dinheiro público. Ou não é para isso que serve a verba indenizatória?
A famigerada 'verba indenizatória' foi criada pelo então presidente da câmara Aécio Neves (quando se trata de poder, meus amigos, não tem PT, PC, PN, PJ ou PZ, à noite todos os gatos são pardos) em 2001,em um ato pernicioso que aumentou indiretamente o salário de deputados e senadores através de, digamos, uma forcinha extra que nem dava muito na cara. Bastava aos nobres deputados e senadores apresentar notas fiscais de suas despesas extras e tava tudo resolvido (só em 2004, quase R$ 1,5 milhão foi gasto em combustíveis e as notas dos 'supostos de gasolina' mantidas em sigilo). Não daria na cara, protestariam os mais cautos, se os filhos da puta que habitam essa vergonha que é o congresso não utilizassem a verba em suas próprias empresas (foi assim que começou a saga do Edmar safado Pereira, dono do castelo em Minas Gerais, usando a verba para pagar funcionários de sua própria empresa de segurança que nunca viram a cor do dinheiro. E o que aconteceu a esse nobre deputado? Nada, tá lá, rindo da nossa cara) ou pior, em empresas que nem existem, como noticiou a Folha esta semana (há que se louvar, e muito, o trabalho do jornalista Fernando Rodrigues). Ou seja, nego inventa uma despesa de uma empresa fantasma, que simplesmente NÃO EXISTE, e enfia a grana no bolso. E os indíos aqui, o que fazem? Observam a passagem dos navios portugueses carregados com o seu precioso pau brasil. E se bobear sorriem, embasbacados com os espelhinhos que ainda ostentam nas mãos. Não dá mais pra engolir.
Celso Pitta, um dos maiores ladrões de dinheiro público que esse país já teve, morreu outro dia (como disse meu pai, tamanha ironia: Pitta, o ex-prefeito negro, morreu no dia da consciência negra, o que obriga Maluf a morrer em um 1 de abril e Lula e em 1 de maio), e quisera eu que a prática exploratória, iniciada há mais de 500 anos, tivesse morrido com ele. O ex da Nicéia foi-se no ostracismo porque, depois de levantadas e comprovadas todas as denúncias contra sua pessoa, tentou, em vão e por duas vezes, se candidatar a deputado. Se fudeu, votação pífia. Quebrou a cara, foi preso de pijamas na operação Satiagraha e pagou com a própria vida. Ao menos serviu de exemplo.
Façamos pois do voto nossa arma, conscientizemos os da nossa tribo que ainda olham deslumbrados para os espelhos em suas mãos e quebremos, de uma vez por todas, o encanto, nem que seja necessário partí-los ao meio (os espelhos, lógico) e correr o risco de 7 anos de azar. Até porque, do jeito que está, corremos outro risco, o de seguir 7, 14, 21 e tantos outros anos olhandos as naus portuguesas se perderem felizes no horizonte...













19 comentários:

  1. Meu comentário será dividido em duas partes:
    1. DO CARALHO!
    2. Seu pai, sábio e poeta: "tamanha ironia: Pitta, o ex-prefeito negro, morreu no dia da consciência negra, o que obrigava Maluf a morrer em um 1 de abril e Lula em 1 de maio"

    A-D-O-R-E-I!!!

    Um beijo pra você por mais um momento genial da sua verve ígnea e outro beijo respeitoso para o seu pai. Estou twittando os dois devidamente nesse momento!

    :)

    ResponderExcluir
  2. OLÁ , ANDOU SUMIDO ...
    BOM...USO UM TRECHO DO SEU TEXTO PRÁ FAZER UM COMENTÁRIO...
    André diz:-"E os indíos aqui, o que fazem? Observam a passagem dos navios portugueses carregados com o seu precioso pau brasil. E se bobear ainda sorriem, embasbacados com os espelhinhos que ainda ostentam nas mãos. Não dá mais pra engolir."
    POIS É.. TANTOS ANOS VIERAM E LENDO ISSO, VEJO O POVO BRASILEIRO COM A MESMA CONDUTA E POSTURA.
    ALGUMAS COISAS DO CENÁRIO MUDARAM...
    MAIS POUCO EVOLUÍMOS?
    ...MELHOR NEM COMENTAR OS FATOS, SÓ MESMO LER SEU ÓTIMO TEXTO E PENSAR NO QUE EU POSSO FAZER PRÁ SER E ESTAR DIFERENTE...

    ResponderExcluir
  3. Obrigado, Fabi, se bem que essa do Pitta meu pai deve ter 'pescado' de algum lugar. Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Outros afazeres, Silvia, mas é sempre um prazer poder estar aqui. Somente uma mudança radical de conduta será capaz de alterar o rumo dos fatos e, por conseguinte, da história. Depende de nós.Bjs!

    ResponderExcluir
  5. André, excelente reflexão comparativa nos dando conta de que quase nada mudou desde a vinda do Cabral, parabéns pela lucidez, bjus.

    ResponderExcluir
  6. Tenho um amigo que trabalha como médico numa reserva, ja me contou cada coisa...não sei se é o pais do pau Brasil ou se é pau no Brasil mesmo, tá dificil ...bjão

    ResponderExcluir
  7. De uma forma ou de outra, Cris, continuamos na mesma 500 anos depois, sempre tem um esperto pra explorar...

    ResponderExcluir
  8. Mas nunca é tarde pra mudar, não é, Kyria? Bjos

    ResponderExcluir
  9. André, nada mudou... EStamos escravizados pela mesma cobiça e ganância que nos levou a este estado de desenvolvimento pobre e ineficiente para os que aqui vivem. Temos que enxergar belezas do que é naturalmente belo, pois o homem e nós brasileiros estamos longe de conseguir minimizar estes estragos. Você uma vez disse que teremos que nascer outra espécie para mudar alguma coisa. Acho cada vez mais que vc tem toda razão... Infelizmente...
    Um grande abraço amigo, de uma grande admiradora!

    ResponderExcluir
  10. Pri, que bom tê-la por aqui! Meu pensamento não mudou em relação a isso e, quanto mais conheço o ser humano, mais acredito nisso. São poucos os que realmente fazem a diferença, pessoas que se dispõe a estender a mão no sentido de colaborar e não de explorar. Esse colaborar deveria ser a essência humana, mas ambos sabemos que não é. Por isso, só botando abaixo e começando tudo de novo... bjo!

    ResponderExcluir
  11. Muito bom. Se não é possível apagar tudo e começar do zero, façamos a nossa parte sem empurrar com a barriga. 2010 taí. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  12. Belezas de texto, o que não é nenhuma novidade em se treatando do seu blog.

    Parabéns.

    Mas, agora preciso da sua ajuda, pois recebi três propostas irrecusáveis e gostaria que você me ajudasse a escolher, lá no meu blog FOTOFALADA.

    UM ABRAÇÃO CARIOCA.

    ResponderExcluir
  13. O que se leva da vida,é a vida que se leva,mmermão!
    Não dá para ler esse migo caríssimo,pois ainda estou impossibilitasdo de digitar,teclado esse através de filho meu!
    Liberqa logo,rapá,o comentário de Bárbara "naquele post",e acesse último post meu,e "perceba e sinta o comentário,da mesma Miga!"Tu tá "fumado,meu,quero ver vc com o número que tengo de seguidores,afffffffffffff!

    Bzu na testa!

    Em pai seu,nas mãos!

    Viva Vida!

    ResponderExcluir
  14. Oi André! Brilhante, só isso...
    Faço minhas as suas palavras com mais uns cem palavrões...O grande problema é que nada mais nos deixa estarrecidos, já nos acostumamos tanto com a impunidade que já virou lugar comum toda semana ver alguém flagrado com dinheiro nas cuecas ou nas meias...e ainda "oram a jesus" agradecendo as graças recebidas...joga tudo num vaso e puxa a descarga, please! E ainda fica todo mundo putinho com o R. Williams que disse aquelas "gracinhas" sobre nossas putas-exportação e o pó que grassa em todas as esferas de nossa sociedade...Como somos hipócritas!
    Descarga neles!
    Abração.

    ResponderExcluir
  15. Valeu, Harold, e que 2010 seja o ano da revisão. Abs!

    ResponderExcluir
  16. Rick Rapá, já soltei o comentário ontem, acho eu. Te desejo uma pronta recuperação, mermão!

    ResponderExcluir
  17. A nova história,desse repetitivo país,em auto consumido ser,da corrupção e hipocrisia através!

    Soberbo,post esse,em retratar pais nosso!

    Viva Vida!

    Braçusssssssssssssssssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  18. offtopic
    2010 chegou! O BRASIL ESPERA QUE FAÇAMOS NOSSA PARTE LIMPAMDO O CONGRESSO
    “ELEJA, NÃO REELEJA”, O CONGRESSO, AQUELE SHOW DE HORRORES, COM CPIS TERMINANDO EM PIZZA, CONGRESSISTAS ARROGANTES E CORPORATIVISTAS, ACOBERTANDO UNS AOS OUTROS.
    OS CONGRESSISTAS SABEM O QUE ALI OCORRE, POREM SÃO CONIVENTES!
    ALGUNS CRITICAM SEUS PARES, MAS FALTA CORAGEM.
    LAMENTÁVEL PORQUE PRECISAMOS DE HOMENS QUE MORALIZEM AQUELAS INSTITUIÇÕES.

    Estou divulgando em meu blog uma lista com todos os Fichas Suja.
    Peço que visite o blog, copie a lista e poste no seu, esta chegando a hora da gente reagir contra toda aquela bandalheira.

    grato
    Lord - http://caranovanocongresso.blogspot.com/2010/01/lista-de-politicos-com-ficha-suja.html

    ResponderExcluir